Ir para o conteúdo

Notícias

Homenagem e exposição sobre o Professor …

    A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos realizou no dia 23 de setembro uma cerimónia de homenagem ao Professor de Trampolins Carlos Matias e inaugurou...

Read more

Notícias

Ação de sensibilização - Dia Europeu Sem…

  A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos assinalou, no dia 22 de setembro, o Dia Europeu Sem Carros, com a realização de atividades de sensibilização di...

Read more

Notícias

9º Torneio de Futebol do Município de Sa…

  O Grupo Desportivo de Marinhais foi o vencedor do 9º Torneio de Futebol do Município de Salvaterra de Magos, que decorreu nos dias 23 e 24 de setembro, n...

Read more

Eventos

"Territórios Vinhateiros de Portuga…

  A Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) apresentou no dia 23 de setembro de 2017, no Edifício do Cais da Vala, em Salvaterra de Magos, o l...

Read more

Notícias

Quarto livro infantil sobre a história d…

  A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos lançou no dia 16 de setembro, no âmbito das Jornadas de Cultura 2017, o quarto livro infanto/ juvenil dedicado ...

Read more

Agenda

Mo Tu We Th Fr Sa Su
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930
  SEGUIR

Costumes e tradições

 

 

Neste pedaço do Ribatejo, onde se insere o concelho de Salvaterra de Magos, há uma confluência geográfica caracterizada pelo Tejo, Lezíria e Charneca, que imprimiram ao concelho um cunho pessoal e peculiar, que se manifesta no trabalho, no traje e nos usos e costumes destas gentes.


O rio Tejo com as suas povoações ribeirinhas (pescadores que um dia deixaram a Vieira de Leiria e se fixaram nas margens do Tejo), a lezíria onde se destaca a figura do campino, “o sentinela da lezíria” na lide dos touros, e a zona da charneca, onde os campos cultivados de várias culturas lhe imprimem um carácter muito original.

Este concelho foi muito vincado pela agricultura e isto trouxe repercussões à etnografia local.

Eram tempos em que o trabalho era feito a braços, quando ranchos invadiam os campos e aí se instalavam em “quartéis” como se fossem exércitos.

 

Tempos em que se trabalhava de sol a sol (esse maldito que teimava em não se esconder no horizonte!), tempos da pobreza do avio para o farnel, tempos das mãos calosas, tempos de verão, quando o calor lhe queimava o corpo, transformando as suas roupas em farrapos, encharcadas em suor, deixando a sua indumentária branca de salitre, tempos de Inverno, tudo coberto de geada, e tempos da chuva, que inundava os campos e não se trabalhava e logo não havia pão na mesa....


As migrações sazonais de trabalhadores do norte, que se deslocavam para o Ribatejo: os “caramelos”, os “bairrões” ou “gaibéus” procuravam o nosso concelho em busca de uma melhor vida e, por cá ficaram, deixando marcas na indumentária, na fala, nos costumes e usos na lezíria e charneca ribatejana.


Contudo nem só a agricultura marcou o concelho. No rio Tejo pescadores vindos de Vieira de Leiria, rumaram ao sul, ficaram conhecidos por avieiros - “vagabundos do Tejo”, apelidou-os Alves Redol.

Estes pescadores trouxeram também consigo um traje, uma habitação, um modus vivendi, diferente e estranho às gentes do Ribatejo, que as viam com desconfiança.

Todas estas peculiaridades marcaram o nosso concelho, que o transformaram num misto de culturas e tradições.

 

 

ARTESANATO
 

Salvaterra de Magos, Concelho ribeirinho do Tejo, com os seus campos férteis, onde a pesca e a agricultura, desde sempre ocuparam a vida das suas gentes.

As tradições, os ofícios e as artes foram passando de geração em geração, sendo possível nos dias de hoje encontrar neste Concelho actividades que com o passar do tempo e a crescente industrialização, têm desaparecido.

O artesanato Concelhio é rico e variado, a olaria de Muge, os bordados a ponto de cruz da Glória do Ribatejo, os vimes e as vergas de Marinhais, encantam os nossos olhos.

No Concelho poderá encontrar o correeiro, que habilmente trabalha o cabedal, reparando ou fazendo, arreios, cabeçadas e cintos.

As miniaturas de barcos, como as bateiras, evidenciam a forte influência do rio Tejo na vida destas gentes, que outrora construía e reparava as sua próprias embarcações.

Com o ferro forjado fazem-se vários utensílios domésticos e decorativos. Com grande habilidade as mãos pintam tecidos, porcelanas, gessos, marfinites, vitrais, combinam flores secas, enfeitam madeiras e estanhos, num bailado indeterminável os dedos vão fazendo as rendas, bordando o pano, trabalham as farpas e as embolas, captando as atenções e produzindo peças de rara beleza.

A paciência, a arte e a sabedoria, permitem o restauro de peças antiquíssimas, que acabam por se preservar no tempo.

Assim se perpetua a memória de um povo, que com o seu trabalho manual, vai contribuindo para a manutenção e sobrevivência das actividades dos seus antepassados, de quem herdaram todo o saber e arte de trabalhar com as mãos.

 

BORDADOS A PONTO DE CRUZ DA GLÓRIA DO RIBATEJO

Um dos aspectos mais marcantes da arte popular gloriana são os bordados a ponto de cruz.

Esta arte esteve intimamente ligado às práticas do quotidiano da Glória do Ribatejo, como era o caso da decoração dos interiores de suas casas de habitação. Na infância, a mãe com a ajuda de familiares bordava paciente o fato e a touca para os seus filhos. No namoro, quando começavam a namorar era usual a rapariga oferecer um lenço bordado ao seu namorado, este por sua vez oferecia uma navalha, que simbolizava o “pão” que iam dividir juntos na vida.

 Para além desta utilidade os bordados a ponto de cruz, estes são também uma representação artística que foi transmitida de geração em geração e, por isso, constitui um legado de vasta riqueza etnográfica, que deve ser preservado.

 

 

 

OLARIA DE MUGE

Escavações arqueológicas descobriram vestígios de um forno de cerâmica romano, na freguesia de Muge, desde esse período até aos dias de hoje, a roda do oleiro não parou.

Nas olarias de Muge tudo é exercido como no passado: as mãos do oleiro amassam o barro, que depois de moldado, é seco e cozido num forno de lenha.

Por vezes, os oleiros pintam as peças de olaria, mas o mais usual em Muge é o barro vidrado.

Da roda do oleiro surgem peças como as bilhas para a água, vasos, tachos, jarros, potes.

Apesar da sua antiguidade, a olaria de Muge, continua ainda a desenvolver a sua actividade graças ao esforço e empenho dos oleiros, que vão contribuindo com a sua arte para a manutenção da tradição do trabalho com o barro.

  

 

VIMES E VERGAS DE MARINHAIS

Longe vão os tempos em que o Concelho de Salvaterra de Magos era percorrido pelos “cesteiros”, oriundos do Norte do país, que para aqui se deslocavam e permaneciam grandes temporadas, trabalhando o vime e a verga, para venderem de porta em porta.

Os cesteiros deixaram a sua arte na freguesia de Marinhais, onde manualmente se faz uma grande diversidade de peças de verga e vime, cestos, cadeiras sofás e estantes, são muito apreciados pelas características peculiares que possuem.

 

 

 

 

 

 

Contactos Úteis

  • Contactos Úteis

  • Farmácias

  • Autarquia

  • Saúde

  • Serviço de Ambulâncias

  • Direcção Geral do Território

    www.dgterritorio.pt

  • Guarda Nacional Republicana - Posto de Marinhais

    Tel.: 263 590 170

  • Guarda Nacional Republicana - Posto de Salvaterra de Magos

    Tel.: 263 504 118

     

  • Farmácia Glória do Ribatejo

    Largo 1º de Maio, 11
    Glória do Ribatejo
    263595280
  • Farmácia União

    Rua João Pinto Figueiredo, 139
    Marinhais
    263595109
     
  • Farmácia Costa

    Rua Imaculado Coração de Maria, 182
    Foros de Salvaterra
    263507795
  • Farmácia Brardo

    Urbanização São Miguel, LT. 1 Fração A R/C Dtº
    Marinhais
    243581119
  • Farmácia Martins

    Rua Heróis de Chaves, 31
    Salvaterra de Magos ( Frente à Rodoviária)
    263504319
  • Farmácia Carvalho

    Rua Dr. Gregório Fernandes, 20-22
    Salvaterra de Magos
    263504402
  • Divisão de Acção Social

    Tel.: 263 509 535

    Fax: 263 509 501

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Divisão de Urbanismo e Planeamento

    Tel.: 263 509 510

    Fax: 263 509 501

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Divisão de Obras Municipais e Serviços Urbanos

    Tel.: 263 509 500

    Fax: 263 509 501

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Divisão Financeira

    Tel.: 263 509 500

    Fax: 263 509 501

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Gabinete de Comunicação e Imagem

    Tel.: 263 509 500

    Fax: 263 509 501

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Delegação de Foros de Salvaterra

    Largo 25 de Abril

    2120 Foros de Salvaterra

    Tel.: 263 509 507

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Turismo

    Edifício do Cais da Vala

    Av. José Luís Brito Seabra, nº 137

    2120-052 Salvaterra de Magos

    Tel.: 263 509 520

    Fax: 263 509 501

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Câmara Municipal de Salvaterra de Magos

    Praça da República, nº1

    2120-072 Salvaterra de Magos

    Tel.: 263 509 500

    Fax: 263 509 501

    Site: www.cm-salvaterrademagos.pt

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Delegação de Marinhais

    Rua João Pinto Figueiredo nº 217

    2125 Marinhais

    Tel.: 263 509 505

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Delegação de Glória do Ribatejo

    Av. Estados Unidos da América, nº9

    2125 Glória do Ribatejo

    Tel.: 263 509 509

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Biblioteca Municipal de Salvaterra de Magos

    Praça da República, nº1

    2120-072 Salvaterra de Magos

    Tel.: 263 509 530

    Fax: 263 509 501

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Falcoaria Real

    Av. José Luís Brito Seabra, nº17

    2120 Salvaterra de Magos

    Tel.: 263 509 522

    Fax: 263 509 501

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Proteção Civil Municipal

    Tlm.: 962 116 577 (das 9h às 17h)

    Tel.: 263 504 463 (das 17h às 9h)

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Delegação de Muge

    Rua da Glória

    2125 - 339 Muge

    Telm.: 967880118

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Piscinas Municipais

    Zona Desportiva

    2120 Salvaterra de Magos

    Tel.: 263 509 550

    Fax: 263 509 501

    email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

  • Pólo Biblioteca de Glória do Ribatejo

    Tel.: 263 509 532

    Fax: 263 509 501

  • Pólo Biblioteca de Marinhais

    Tel.: 263 509 531

    Fax: 263 509 501

  • Unidade de Saúde do Granho

    Tel.: 243 589 364

  • Unidade de Saúde de Muge

    Tel.: 243 581 141

  • Unidade de Saúde de Glória do Ribatejo

    Tel.: 263 595 435

  • Unidade de Saúde de Marinhais

    Tel.: 263 595 359

     

  • Centro de Saúde de Salvaterra de Magos

    Tel.: 263 500 470

     

  • Unidade de Saúde de Foros de Salvaterra

    Tel.: 263 102 453

     

  • Casa do Povo de Glória do Ribatejo

    Tel.: 263 595 236

  • Casa do Povo de Marinhais

    Tel.: 263 595 440

  • Associação Humanitária do Granho

    Tel.: 243 581 228

  • Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos

    Tel.: 263 504 463

     

  • Número Nacional de Emergência Médica

    Tel.: 112

  • Delegação de Muge

    Tel.: 243 581 294

  • Associação Humanitária de Foros de Salvaterra

    Tel.: 263 505 709